Uma reforma polícial de valor

Mais uma grande reforma. A partir de agora vamos ter polícias a prender por comissão. O que quero dizer com isto? Que a melhor maneira de baixar a criminalidade é cumprir números de detenções. Por exemplo o senhor polícia não está a cumprir o número que lhe foi imposto, logo nos últimos dias do prazo terá de ir à procura de criminosos para deter e levar à esquadra.

http://ww1.rtp.pt/noticias/images/articles/343308/PSP.jpg

Esta é a nova reforma que o governo pretende, ou já fez, para combater o mundo do crime. Como os senhores polícias muitas vezes têm medo deles, agora quem vai pagar certamente será o Zé Povinho que vai ser preso várias vezes por hora. Vai ser a loucura. Preparem-se, e não se esqueçam quando virem um polícia, é em sentido ou então acabam presos.

Várias esquadras do país estão a impor “números-base” de detenções a fazer até ao fim do ano. Os polícias queixam-se de que assim só trabalham para as estatísticas. A Direcção da PSP prefere falar em prevenção da criminalidade.

“Maior actividade operacional. Objectivo: 250 detenções”. As instruções são claras e constam num um papel afixado na 2ª Esquadra de Investigação Criminal da PSP do Porto (Rua da Boavista). O documento, datado de Fevereiro, estabelece as metas a cumprir nos restantes dez meses do ano. Vi esta notícia no JN.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*