Homem vs Máquina

Nos nossos dias a tecnologia faz parte das nossas vidas e parece que não conseguimos viver sem ela.

Passo de vez em quando no Deviantart e vejo cada vez mais desenhos feitos a computador ou manipulados num. Isto deixa-me a pensar se os lápis de carvão e a borracha vão ser deixados ao abandono num estojo qualquer no fundo de uma gaveta.

Chamem-me antiquada, mas se há algo que adoro sentir é o carvão nos meus dedos quando estou a esbater uma linha…

Então? O que vai sobreviver, o lápis de carvão ou o computador??

P.S.: o desenho foi feito por mim e ver detalhes aqui.

9 Comments on Homem vs Máquina

  1. Tnhks 🙂
    Mas o que me preocupa é que cada vez mais se perdem pequenas técnicas em prol da tecnologia. Esta deve servir apenas para nos apoiar, não para fazer com que percamos pequenas coisas características das artes…

  2. Com esse Magalhães e mais Magalhães, qualquer dia nem o alfabeto as pobres criancinhas sabem escrever…

    Deviam eram aprender a escrever numa “ardósia” como antigamente…

  3. olha que eu nunca aprendi a escrever numa ardósia e escrevo muito bem. é muito raro das erros :p
    o problema destes putos é que os põem logo em frente ao computador mal nascem.
    ainda me hão de explicar para que raio é que um puto de 5 anos precisa de um portátil…

  4. Tenho de concordar com todos, para dizer que ha lugar para tudo… ja nao tive ardosia na escola, mas ainda aprendi a revelar photographia e a usar um tira-linhas e aerografo. @Alexandra sao aplicacoes diferentes para cada metodo, eu proprio gostaria de passar mais tempo a desenhar com graphite, mas cada coisa no seu sitio, em relacao aos miudos na escola procupa-me mais o ja nao ser obrigatorio saber a tabuada e as maquinas de calcular, a caligrafia talvez tenha de se tornar mais uma disciplina individual, ou talvez lhe queiram chamar uma arte, o que nao esta longe das verdadeiras origens. Mas devo dizer que o essencial e o envolvimento dos pais em tambem ensinar os filhos em casa e motivar os seus talentos…

  5. Hugo, deixa-te de tretas, já agora o melhor era andar-mos a esgravatar na pedra, em grutas…

    O magalhães (o intel classmate, na realidade) é uma treta para deitar abaixo o projecto OLPC e para manter os interesses do “grupo Wintel”. Dêem portateis do projecto OLPC aos miudos, é uma ferramenta muito mais interessante para eles.
    Quanto aos desenhos…a grafite(e etc) é sempre boa para fazer os desenhos, acho que nunca vai desaparecer, apesar da wacom ajudar a fazer desenhos sem ela…

  6. Apesar de gostar de fazer desenhos com o PC, e de gostar mais da finalização deles, não há nada que me tire o valor do desenho á mão.
    Não há comparação possível.

    Mas todo o tipo de hardware que minimiza a diferença destas duas artes é sempre bem vinda.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*