É por isto que o Twitter é um sucesso

É por estas e por outras que o Twitter tem estado nas bocas do mundo. Até o Obama tem a sua conta, depois foi o Cavaco a roubar a ideia, mas antes deles os dois foi o João Silas que foi claramente copiado. Agora fora de brincadeiras do Twitter tem sido claramente um site que tem feito muita gente mudar os seus hábitos na internet e comigo não foi diferente. Tem andado nas bocas do mundo porquê? Vejam este caso  relatado pelo IOL Diário.

assalto_castelo_branco_via_twitter

Enquanto os jornalistas se esforçavam por saber o que se passava em Castelo Branco, onde um assalto fracassado a uma ourivesaria se transformou em cerco policial a um suspeito, André Melo assistia ao vivo ao se passava, mantendo um relato contínuo do que via desde a sua janela, através da sua conta de Twitter.

Para quem não sabe, o Twitter é um serviço electrónico que permite partilhar mensagens com até 140 caracteres através da Internet. Basta um computador ligado à Web ou um telemóvel para alimentar uma página pessoal desde quase qualquer lugar, como aconteceu recentemente, quando um passageiro de um avião que amarou de emergência no rio Hudson, em Nova Iorque, deu a notícia antes de todos os meios de comunicação. Foi isso que André fez.

2 Comments on É por isto que o Twitter é um sucesso

  1. O twitter não irá sobreviver, por várias coisas. Uma delas é o facto de ser um sistema unidireccional de comunicação (é feito para um falar e os outros lerem), e outra não é em tempo real (é um sistema push based, o que levanta problemas de escalabilidade – por isso é que de vez em quando vai abaixo). O twitter neste momento é uma moda, tipo HI5 em PT. Existem outros sistemas que já serviram para o mesmo (reportar notícias em tempo real (coisa que não acontece no twitter)) e que andam um “bocado esquecidos”. Ao twitter vai acontecer o mesmo.

    Cumprimentos

  2. @lol

    Acho isso uma coisa absurda, mas cada um têm a sua opinião. 😕
    A uns anos a traz diziam que a Internet ia acabar, mas na verdade é que já nos encontrarmos na Web 2.0. 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*