A minha Heroína

dia-mulher1(Mater, com os níveis de carinho negativos.)

-Tu gostas muito da tua mater, não gostas?

-Claro Mater, isso nem se pergunta, adoro-te.

-É uma mulher como tu que procuro!

(Nota: Esta frase é para usar e abusar com a nossa mãe. A seguinte é com a nossa namorada:

– Estou doido por ti, nunca conheci ninguém como tu.

Nunca, mas nunca usar qualquer uma, na presença das duas.)

-Sou a tua heroína,… gosto tanto de ti, meu pequenito filius.

-Oh, quem me dera que fosses minha heroína…ao preço que está a grama, e com os quilos que engordaste, trocava-te por uma casa a beira-mar e um Ferrari.

Este post foi originalmente publicado no blog http://casadesurdos.blogs.sapo.pt/ (publicado com o consentimento do autor)

1 Comment on A minha Heroína

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*