Microsoft, Linux, e as Patentes

Não, não me sinto numa posição muito agradável, pois detesto ser portador de más notícias.

Mas meus amigos, não podemos negar, o Linux, está, de facto, a violar patentes da Microsoft, pelo menos segundo a agência reguladora de patentes dos EUA.

linuxvsmicrosoft

No caso em questão é apenas 1 patente que está a ser quebrada. Esta “violação” já acontece desde mil novecentos e troca o passo, mas como a patente só foi reconhecida em Agosto de 2008, desde aí, eu e muitos outros utilizadores estamos, ao usar alguma aplicação que faça uso deste método, a violar a propriedade intelectual da Microsoft, trata-se do Page Up / Page Down, que faz com que, quando lemos um documento de várias paginas, possamos ser levados, com o premir de uma tecla, para a próxima pagina do documento, ou então, voltar à pagina anterior. Vejamos o resumo da patente:

“A method and system in a document viewer for scrolling a substantially exact increment in a document, such as one page, regardless of whether the zoom is such that some, all or one page is currently being viewed. In one implementation, pressing a Page Down or Page Up keyboard key/button allows a user to begin at any starting vertical location within a page, and navigate to that same location on the next or previous page. For example, if a user is viewing a page starting in a viewing area from the middle of that page and ending at the bottom, a Page Down command will cause the next page to be shown in the viewing area starting at the middle of the next page and ending at the bottom of the next page. Similar behavior occurs when there is more than one column of pages being displayed in a row.”

Nem preciso traduzir, todos sabemos como funciona o page up/page down.

O meu comentário: ENFIM MICROSOFT, ENFIM!!

Depois do duplo clique do rato, de que o Linux também já foi acusado de violar, agora isto?? O que será que falta patentear?  

Pensando bem, acho que vou patentear coisas estúpidas, depois, no futuro, quem sabe, venha a processar grandes empresas por violação de propriedade intelectual, é um caminho fácil e certo até ao primeiro milhão de euros.

7 Comments on Microsoft, Linux, e as Patentes

  1. Caros amigos, futuros clientes, anuncio aqui neste estimado espaco que desde ontem a minha nova patente foi aprovada na Europa e USA, e esta feita a application para a Asia, a minha patente:

    A RODA

    Devido a sua utilizacao generalizada, vejo-me obrigado a cobrar pela rotacao de 360 graus, tarifa de 1 Euro por rotacao de qualquer roda presente em qualquer maquina ou operacao manual, isto ira dar origem a um imposto suplementar para automoveis, a taxa de rotacao, o automobilista sera aconselhado a nao passar das 2000RPM, ou podera incorrer em taxas excessivas.

    A minha proxima patente ja quase aprovada:

    O acto de procriacao, ou em termos comums “fazer amor”, ja recebi um email do Bill Gates a gozar com a minha patente, dizendo que a taxa da roda de certo ira pagar, mas desta ultima patente diz ele que nao me vai dever um dolar… 😳

    N Lopes

  2. Hahahaha
    Muito Bom!

    O Bill devia ler isto.
    Acho uma parvoíce pegada, isto das patentes. Como se pode criar concorrencia?

    Eu até sou utilizador de Software Microsoft por opção, mas por amor de deus… O que virá a seguir… minimizar? não se vai poder minimizar em linux? ou então… encerrar, não vamos poder encerrar em linux, enfim!!

  3. Hum, patentes sempre existiram seja pelo que for, a mim parece-me que só há estrilho por ser a Microsoft. Penso que quem deveria ser alvo de críticas é quem avalia a efectividade das patentes.

  4. A patente da roda esteve mesmo atribuída nos EUA sob o título de “objecto facilitador de movimento”.

    O organismo que emite as patentes teve que ser lembrado que já havia “prior art” e que o objecto em causa tinha a designação comum de “wheel”

  5. Espero nao ter sido desagradavel, foi apenas uma piada, talvez para desanuviar memorias minhas no processo de registo de patente no UK, por aqui nao achei nada facil registar patentes, e os criterios entre registar patente e registar design sao confusos e contraditorios, para falar a verdade desanimei so com o processo. Como muito bem apontou o Carlos Afonso, nos EUA parece ser bastante facil, e se ninguem apontar objeccoes entao esta feito ! E provalvelmente sera necessario um processo legal para invalidar a patente que perdoem a expressao parecem ser atribuidas a balda. Nao sei se se recordam, mas ouve um tipo que registou os restantes planetas do sistema solar como sua propriedade… Pegunto=me se essa escritura sera valida noutras galaxias 😀

    N Lopes

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*