Call of Duty não facilita

Estou chocado. Eu sabia que o Call of Duty era bastante aclamado mas ao ponto de já ter vendido 35 milhões de cópias também não esperava. É ainda mais estranho quando vivemos em tempos de crise por todo esse mundo fora e cada vez mais se tenta optar por outro caminho que não o da compra efectiva do jogo.

O primeiro Call of Duty saiu em 2003 e tem vindo a fazer fãs atrás de fãs uma vez que há pessoas que jogam todas as versões que sairam até agora. Esta façanha foi conseguida com a ajuda do último lançamento de 2008, Call of Duty World at War, lançado para a nova geração de consolas e também para PC, sendo mais um jogo de sucesso da série e com uma grande responsabilidade diante da expectativa após o seu antecessor CoD: Modern Warfare ter sido um grande jogo.

call-of-duty-4

Gostava agora de deixar apenas mais uma informação, o Call of Duty Modern Warfare 2 já tem data marcada e já foi falado aqui no GlobPT.

3 Comments on Call of Duty não facilita

  1. Crise? Só para alguns! Muitos falam em crise mas continuam a gastar mais do que podem, enfim. Quanto ao jogo, não sou muito virado para o Call of Duty, mas as criticas que tenho ouvido e lido desta e das versões anteriores não me deixam admirado que tenha conseguido este feito de vender tantas cópias.

  2. Em períodos de crise o escapismo é algo crescente, donde qualquer forma de diversão (e tiro neles é) serve.

    Na crise de 29 os cinemas estiveram sempre cheios.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Call of Duty não facilita : jogos

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*