Review, ipod nano 4ª geração

Depois de vários dias a pensar se precisava de comprar um ipod nano decidi compra-lo. Pequeno, muito leve e mínimo comparado com um touch ou um classic. Sempre pensei de um touch ser um pouco mais pequeno, mas ao vivo não me convenceu.

Depois de uma semana de uso, diria que foi um boa compra. Diria também que nunca tinha ouvido música num mp3 a este nível de qualidade. Sempre pensei quase impossível o efeito subwoofer do meu sistema de som nuns típicos fones, mas estes fones da apple reproduzem este efeito, já para não falar dos sony in ear MDR EX32LP que também decidi comprar, que também fazem uns belos graves.

Acabaram-se as viagens de autocarro com o volume no máximo!

Voltando aos ipods acho que era mesmo isto que necessitava, pequenino para andar sempre no bolso ou na mala, com todas as funções úteis, adoro o espaço reservado a podcasting, muito bom. Quanto as suas funções mais faladas, o shake control e o coverflow com acelerometros.O shake e uma função um pouco inútil diria, só mesmo para chegar ao pé dos colegas e dizer, olha eu abano o ipod e ele muda de música.

Quanto ao coverflow e a sua entrada quando rodamos o ipod também se torna demasiado “chato”, pois por vezes estamos apenas a ouvir música e de repente um movimento e aquilo entra no coverflow. (Atenção, dá para desactivar estas funções no ipod).

Para terminar, e na minha opinião, as fantásticas cores vista acima na foto não são como na realidade, pois estas mudam muito dependendo da intensidade de luz. Eu por exemplo pensava que o verde era o meu ideal e com alguma luz fica demasiado florescente, com tendência para o amarelo, e por isso optei pelo preto, quer por sua vez quando exposto a luminosidade fica meio cinzento.

9 Comments on Review, ipod nano 4ª geração

  1. Ando em investigação para saber o que quero !!
    preciso de um leitor de MP3, isso está fora de questão, agora o que quero mais que ele faça é que ainda estou a investigar ….

    Nitidamente estou no dilema Apple (apesar de me fazer falta tb o GPS que nenhum deles proporciona):
    IPod Nano – portabilidade, moda, capacidade pequena/média (e sinceramente gosto mais da forma da geração 3G)
    Ipod Touch – menos portabilidade, WiFi (que me permite ter umas ideias engraçadas como usar VoIP quase 24 horas por dia, que visto estar no estrangeiro é uma vantagem financeira), capacidade de armazenagem média, Moda
    IPod Classic – Portabilidade, Capacidade, e poucas funcionalidades (comparado com as que poderia ter no Touch)….
    os preços pelo que me parece estão ela por ela …. agora só não sei o que escolher !!

    chateia-me o tamanho do touch e as poucas funcionalidades do nano e do classic …. um classic com wifi era o ideal … aliás com WiFi e com GPS pois isso é uma coisa que não percebo como é que a Apple ainda não pôs nos seus dispositivos … um bom GPS, mesmo que fosse baseado no Google Maps da muito jeitinho e está na moda … como a Apple.

    o que me recomendam ¿¿?? nas soluções não Apple existe alguma solução similar ao touch mas com GPS ??

    http://tomostb.blogspot.com/

  2. @PTomos,

    Boa noite, muito sinceramente eu recomendaria ou a compra um um clássico gps se lhe faz jeito. Da Apple com gps só o iphone mas este para alem de ser caro é um pouco “ladrão” a nível de tarifários e serviços que os utilizadores são obrigados a pagar.

    Apple, estilo. Talvez, mas estilo com qualidade, como disse no artigo, muito boa qualidade de som que este aparelho acima tem.

  3. caaaaaaaara, eu to super empolgada pra comprar um treco desses poha, 😯 parece bem legal ! quando custa mais ou menos um treco dessas aqui ? 😀

  4. ah caramba to doidinha pra comprar um desses 😳
    quanto custa mais ou menos um desses aqui no brasil/ rj ? 😉

  5. ola! olha eu comprei um ipod desses e não consigo desactivar o abanar para mudar a musica!podes me ajudar?
    beijinho concordo com tudo o que disseste.e excelente (:

2 Trackbacks & Pingbacks

  1. Venda Online » Blog Archive » Review, ipod nano 4ª geração
  2. Compras Online » Blog Archive » Review, ipod nano 4ª geração

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*