Viajar a velocidade mais rápida que a Velocidade da Luz?

Devem-se lembrar, certamente, da série o “Caminho das Estrelas”, série de ficção científica em que a nave espacial “Enterprise” viajava à velocidade da luz.

Dois físicos de Baylor, Gerald Cleaver e Richard Obousy acreditam que seja possível atingir ou ultrapassar essa velocidade, sem quebrar as leis da física. Para isso, os cientistas acreditam que é necessário estudar a chamada antigravidade, uma força cósmica misteriosa e mal compreendida pela ciência.

Também conhecida como “dark energy” (energia escura), os cientistas pensam que a antigravidade, é a responsável pela aceleração da expansão do universo, desde o Big Bang, quando com a explosão, o universo expandiu-se muito mais depressa do que a própria velocidade da luz.

Segundo a teoria da relatividade, a matéria não pode viajar no espaço numa velocidade superior à velocidade da luz, que é cerca de 300000000 metros por segundo, mas essa teoria não se aplica à teoria apresentada pelos cientistas. “Não há limites de velocidade para navegar no espaço, uma nave pode pousar numa pequena bolha de espaço que flui em superluminal – velocidade mais rápida que a da luz”, referem os cientistas.

Segundo Cleaver, a “energia escura” seria usada para criar uma bolha e a nave viajaria como “um surfista em cima de uma onda”. “ A nave seria empurrada pela bolha espacial e a bolha seria capaz de viajar a uma velocidade superior à da luz”, explicou Cleaver ao Telegraph.

Estamos habituados a 4 dimensões, a altura, largura, comprimento e tempo, mas os cientistas crêem que existem um total de 10 dimensões, e é a mudar o tamanho desta 10 dimensão espacial, na frente de uma nave, que os investigadores de Baylor acreditam, poder alterar a força da “energia escura”, para que a nave possa ultrapassar a velocidade da luz.

12 Comments on Viajar a velocidade mais rápida que a Velocidade da Luz?

  1. Bem, se o problema deles é a anti-gravidade…eu tenho a solução: basta juntar uma fatia de pão com manteiga nas costas de um gato.

    Já que o pão cai sempre com o lado da manteiga para baixo e já que os gatos caiem sempre em pé, assim obtém-se anti-gravidade 😀

  2. Fico curioso com a possibilidade de o homem conseguir viajar a velocidade da luz ou velocidade maior. Mas o quanto conseguiria o corpo humano e outros materiais suportar de velocidade sem se desintegrar é o que me preocupa. Penso que se desmaterializassemos e nos rematerializassemos é que estariamos em uma velocidade real acima da velocidade da luz. P.ex. numa base espacial simplesmente desapareceriamos para nos reaparecermos noutro local, para quem vê iriamos sumir ou resurgir. Mas o mais importante que tenho a falar é que eu creio numa outra coisa desse universo. Nós o estamos compondo, ou seja, o universo é alguma coisa e invez de tentarmos ver o que o todo é estamos fragmentando cada vez mais a visão. Descobri uma forma de olha-lo que dá a impressao de ser um combinado de atomos, ou moleculas. Fiz isso invertendo a forma de olhar, deixando de focar para desfocar. Creio que se pudessemos viajar para alem do limite do universo o que veriamos nao teria sentido, mas teria a forma de alguma coisa nova para os nossos olhos. Nem na velocidade da luz poderiamos chegar a esse limite, seria necessario a danada da dematerialização/rematerialização. Falo serio pense num facho de luz que chega ao ponto de partida antes mesmo de sua saida, resta conseguir fazer isso com o corpo humano para podermos enfim descobrir o que é essa maravilha do espaço.

  3. nossa tava pensando aki pense soh velocidade da luz,tah mas para que?????? isso vai levar o homem no universo??????????????????? alem do infinito?????????hum????????????????

  4. eu creio que essas coisas são possiveis.. a raça humana se surpriende sempre com suas descobertas e com o geito q as imaginavam antes disso… assim como uma vez pensavam e afirmavam q a terra era quadrada ou plana.. acho interessante e gosto de me informar sobre esse tipo de assunto e ja li muito sobre energia escura.. queroo saber mais lol..

  5. Anti-gravidade é um conceito infundado. Gravidade é como a luz. É uma grandeza geram, afinal, não existem anti-fotons, cso existissem não veríamos a anti-matéria. Sendo assis, caso existisse anti-grávitons, sua colisão com grávitons teria como consequência explosões inimagináveis. E quanto à matéria escura, basicamente é como o tecido conjuntivo humano, ele apenas preenche onde não há nada. É um tipo de partícula, assim como o gráviton, que também não tem seu oposto (anti-energia escura), acredito que a energia escura, levada para o campo da teoria das cordas seria uma corda sem vibrar, e existe já algo que se movimenta acima da velocidade da luz fora isso: as partículas thachyons, as partículas que sintetizam o tempo, assim como o gráviton sintetiza espaço, e o fóton, sintetiza a base da matéria. Os thachyons podem chegar à se dividirem ao atingir a velocidade sob-luz, chegando até mesmo à voltar na quarta dimensão, invertendo a função tempo-espaço, enviando uma partícula para frente, e outra para trás.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Viajar a velocidade mais rápida que a Velocidade da Luz? « Estouvado

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*