NASA estuda efeitos da microgravidade

O centro espacial Johnson, da NASA, está à procura de voluntários para passarem 90 dias na cama, escreve o jornal espanhol 20 Minutos. A agência espacial norte-americana está a realizar testes para avaliar o efeito da microgravidade no corpo humano.

O pagamento é de 17 mil dólares, cerca de 11.100 euros, para um trabalho que pode parecer fácil, mas ninguém garante que passar três meses na cama com a cabeça a um nível mais baixo que os pés seja algo confortável.

De acordo com a revista Wired, com este estudo a NASA está a tentar descobrir mais dados sobre os problemas que o corpo dos astronautas sofre quando passam grandes períodos de tempo no espaço.

O nosso organismo desenvolveu uma série de mecanismos concebidos para funcionar com uma certa força gravitacional, que desaparece no espaço. E quando isto acontece os músculos atrofiam e os ossos perdem densidade. Para voltar a ficar em forma, os astronautas podem demorar vários meses.

Para aqueles que estão interessados e enviar o currículo, fica a nota que é necessário ser-se cidadão dos Estados Unidos, ou residir no país, e passar um exame físico.

Fonte: Portugal Diário

Será caso para perguntar, dinheiro ou vida? Uma coisa é certa, eu e que não me estava a ver na posição de cobaia, nem que me oferecessem o euro milhões com grande jackpot!

1 Comment on NASA estuda efeitos da microgravidade

  1. Quando o último vai e vem caiu foi recuperado o disco rígido de 400MB do qual foi recuperada a informação sobre o efeito da microgravidade em seres vivos (penso que plantas mas não tenho a certeza).

    A experiência que menciona vai dar umas coroas a uns quantos felizardos, caminha, alimentação controlada e 5000 dólares por mes.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*