BLACKLE só poupa com monitor CRT (dos grandes)

A Heap Media, empresa de software, criou uma versão do motor de busca Google com o fundo do ecrã negro. O funcionamento é idêntico, mas supostamente consome menos energia. O Blackle, em www.blackle.com, surge após um estudo que concluía que o uso de uma versão negra do Google permitia poupar 750 Megawatts por hora num ano.

blackle.png

Mas esta poupança, tal como reconhecido nas FAQ’s do sítio do Blackle, apenas se aplica aos monitores tradicionais, cada vez menos comuns. Nestes aparelhos, os ecrãs de fundo branco consomem mais electricidade, quando comparados com os de negro. Nos monitores LCD, a situação inverte-se: de acordo com as nossas medições, num LCD de 19 polegadas, o consumo ronda os 30 W com o ecrã completamente a branco, e 32 W, se for negro.

Poupe energia com dicas sempre válidas: opte por um bloco de tomadas com interruptor para desligar o monitor da corrente (e outros periféricos) após o uso. Configure o computador para pôr o monitor em stand-by nos períodos de inactividade e reduza o brilho do ecrã. Se tiver um monitor CRT, pense em comprar um LCD, pois consome cerca de um terço da energia e cansa menos a vista.

Achei este artigo tão interessante que decidi vir publicar aqui ao Glob-PT. Este artigo faz parte da revista de Deco-Proteste nº 288, data de Fevereiro de 2008.

homepageHomepage: BLACKLE

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*