Homem preso desde 1979 foi finalmente libertado depois de teste de ADN

John Jerome WhiteHá noticias que chocam, e não é pouco… Imagine-se no papel de um homem que esteve preso desde 1979, e só agora, passado mais de 20 anos é que conseguíram provar a sua inocência. Enfim, ainda à lugares no mundo onde a justiça não funciona bem, nada bem…

Um recluso do Estado da Geórgia foi libertado ontem depois de um teste de ADN ter provado que o homem, condenado em 1979 por violação, afinal é inocente.

John Jerome White, de 48 anos, saiu ontem em liberdade. «Estou apenas agradecido por isto ter ficado para trás», afimrou White em conferência de imprensa do Projecto para a Inocência da Geórgia, que trabalhou para o libertar.

«Quando sai, pensei por que é que isto me aconteceu», afirmou, desfazendo-se em lágrimas. «Apenas vi que era algo que tinha de acontecer porque não estava a viver uma vida com moral».

White é o sétimo preso da Géorgia a ser ilibado após testes de ADN, disse Aimee Maxwell, directora do Projecto para a Inocência da Geórgia.

Em cada caso, as pessoas estavam condenadas apenas pela identificação das vítimas. «Este caso revela o quão falível é a identificação das testemunhas», disse Maxwell.

FonteFonte: Sol

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*