HP nega ser prejudicial à saúde

A marca desmente as conclusões de um estudo que referia que algumas impressoras a laser poderiam emitir partículas nocivas à saúde.

Agora a HP vem desmentir as conclusões, afirmando que «tem uma preocupação com a segurança dos seus produtos» e que «os testes às partículas ultrafinas são muito recentes, não se podendo por isso associar a emissão dessas partículas a danos para a saúde».

A HP refere que não se pode distinguir os efeitos causados pela emissão de partículas dos efeitos causados por outras fontes de emissão. A marca refere estar a continuar os testes, em parcerias com o Air Quality Sciences, dos EUA, e o Wilhelm-Klauditz Institute, da Alemanha.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*